Santo Tomás de Aquino

Santo Tomás de Aquino

SANTO TOMÁS DE AQUINO

" Doctor Angelicus" Patrono de Educação Católica

Nasceu em 1225, Roccasecca, no condado de Aquino do Reino da Sicília

Faleceu: 07 de março de 1274, Fossanova na Itália

Tomás de Aquino era filho do Conde de Aquino, e realizou seus estudos no mosteiro da ordem de São Bento de Cassino, em seguida seguiu para a Universidade de Nápoles, quando tomou conhecimento do conjunto de produções literárias do filósofo grego Aristóteles.

No ano de 1244, mesmo contra o anseio da família, tornou-se frade Dominicano, abdicando de todos os bens e os títulos de nobreza que possuía. No mesmo ano parte com seu mestre Dominicano Alberto Magno, para Paris, onde passam a viver no convento Saint Jacques.

Depois vão para Colômbia, onde havia sido fundado um “studium generale”, e Alberto fica como Regente e Tomas como leitor. A permanência de quatro anos  lhe permite exprimir por escrito suas primeiras obras: De ente et essentia e De princípios naturae. No ano de 1259 dá aula em Anagni; em 1265 em Roma e em 1267 na cidade de Viterbo.

Entre os anos de 1250 e 1268, Santo Tomas instruiu-se na Universidade da Cúria Papal, na Itália; após o término de seus estudos decidiu publicar suas explanações a respeito da Física, da Metafísica (parte da Filosofia que estuda a essência dos seres), da Ética (esfera da Filosofia que estuda os valores morais e os princípios ideais da conduta humana) e da Política defendida por Aristóteles; na sequência dedicou-se a sua obra capital. “ A Suma Teológica”, finalizada no ano de 1242.

De volta à Paris, onde deu aulas na Unidade do Intelecto, a qual era a favor da existência individual da faculdade de pensar e do caráter essencial e exclusivo das pessoas.

Santo Tomás acabou voltando para a Universidade de Nápoles, onde viveu seus últimos anos de vida.

Enquanto era vivo, sempre seguiu as ideias de Aristóteles e as condimentou com a disposição habitual para a prática do bem; pregou constantemente a esperança  e a caridade.

Ele apresentou uma proposta filosófica e educacional denominada Escolástica – que era a concordância da fé e da razão, bem como a compilação do conhecimento neste assunto.

Um de seus feitos mais marcantes para o conjunto de idéias ocidentais foi sua confiança de que o avanço da civilização ocidental possui um significado real e que a existência  espiritual e intelectual são assaz preciosas neste sentido.

Santo Tomás de Aquino produziu uma vasta obra escrita, somando mais de 60 livros. Entre os principais encontram-se:

  • Suma Teológica:  entre 1265 e 1274, período de maturidade de Tomás de Aquino, a obra trata da existência de Deus, da natureza do homem e da moralidade. É nesse escrito que são encontradas as Cinco Vias que Provam a Existência de Deus.
  • O Ente e a Essência:   Nessa obra, Aquino resolve questões metafísicas com base na filosofia aristotélica. O pensador propõe que existem duas categorias lógicas distintas, ente a essência. Enquanto essência  propõe-se a denominar as coisas, apontando “o que é” cada ser, o ente é o próprio ser.